rabugice pega.

eu não quero escrever porque eu não quero ouvir que vai ficar tudo bem. Não quero ouvir que para tudo na vida tem jeito. E que todos nós experimentamos um revés ou outro, que não ganhamos sempre. Estou farta do discurso consolador da derrota. Me irrita reclamar sempre dos mesmos problemas, ainda esses meus problemas também sejam os problemas dos outros.

Não. No final nem tudo fica bem. E quando é esse final, no final das contas? Ele chega? Ou estamos atados a uma trama sórdida e sarcástica que conserta um lado para estragar o outro? Será que toda notícia boa vem sempre acompanhada de outra ruim na mesma proporção?

Chega o dia em que alguém me pergunta "tudo bem?" e eu respondo com toda sinceridade: "tudo."?


Em tempo:
às 21:15

eu quero chorar o choro dos injustos. Gritar e espernear feito criança mimada. Amaldiçoar cada um dos meus obstáculos. Deixa os olhos arderem, incharem, a cabeça doer. Quero desidratar em lágrimas, me afogar em lamentos enquanto bato nervosamente meus pés na cama e afundo meu rosto no travesseiro. Deixe-me sofrer que a dor purifica.

3 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Te entendo...

Beijocas

Lia Nandhe disse...

Nada disso! Vamos sair dessa!...Chora sim, eh assim q se bota pra fora, e passa, mesmo vc não querendo admitir.

Natasha disse...

Penso que ninguém é feliz, então temos o direito de sofrer, e como bem entendemos; detesto responder que está tudo bem quando vai tudo mal, e tenho certeza que respondo com cara de bunda quando é mentira.
Sofra bem sofrido pra esvaziar a alma desse sentimento, que logo passa...