Tem coisas que mudam sempre... e outras.

Todos os anos as coisas são diferentes de alguma maneira.
Mesmo que de maneira sutil.
Mesmo que sejam só a minha pele e mente envelhecendo.

É um ano diferente. Meu aniversário cai num dia de semana diferente. Os feriados caem em dias de semana diferentes. Às vezes eu viajo, às vezes não.

Às vezes, eu to trabalhando. E mesmo que sempre estudando, tem sempre algo diferente. Os professores mudam, alunos novos entram, alguns antigos saem. As salas mudam. Os diretores mudam. Os reitores mudam.

O verão é mais quente. O inverno mais frio. Eu to mais magra, eu to mais gorda.

Eu corto o cabelo. Pinto. Eu vou à praia.

Eu leio 30 livros. Eu tiro 500 fotos. Faço novos amigos. Como em sushis diferentes. Aprendo uma nova palavra num idioma qualquer.

E mesmo que eu me dirija para o mesmo endereço, a sala tem um móvel trocado de lugar, uma capa nova no sofá ou um pouco mais de poeira no puff.

Meu quarto tem livros novos na estante, um novo postal colado na parede e um recente recadinho fofo da minha mãe pendurado no meu quadro.

A única coisa que ano após ano permanece a mesma, não importa se no Japão teve terremoto, se o aquecimento global está acelarado, se o dólar caiu, se foi descoberto um novo planeta é a [porra da] minha TPM. Mês após mês. Incansável, constante e cruel.

E a cura para isso, ninguém pesquisa, não?

6 comentários:

Anônimo disse...

huahuahauhauhauhauhauhau
Sentimento compartilhado Dora (tirando a parte do sushi).

Mto bom!

Lia

Teixeira disse...

Tenho uma boa notícia e uma má notícia. A boa é que existe uma forma de não ter mais TPM, que é garantida! A má é que essa forma é se manter sempre grávida de algum filho...

Tá, tem as injeções, mas dizem que há péssimos efeitos colaterais...

Will e Fá disse...

Comentei outro dia com uma amiga, por que na verdade agente só fica boa mesmo uns 12 dias por mês, já reparou, por que logo vem a ovulação, a tpm e no meu caso, uma colica dos diabos acompanhado a menstrução e fechando o ciclo.
Por um acaso hoje estou rolando de colíca.

Beijos e boa tpm pra você!
Fá!

donluidi disse...

inda bem que as coisas são diferentes a cada dia, imagine se todo o dia fosse a mesma coisa, que chatice né...

Nerito disse...

Seu texto foi um desabafo que de certa forma me dirigiu a outras divagações. Quero dizer... esse aparente ciclo de mudanças mostram um pouco de que tudo sempre continua, mesmo se transformando.

Will e Fá disse...

E aí já passou a TPM?rsrsrs

Bjim,
Fá!