Sobre selos e afins

Eu acho que escrevo bem.
E eu não me acho Clarice, Raquel ou Machado.
Eu só acho que escrevo bem.
Algumas coisas eu faço mal.
Mas escrever é uma das poucas coisas que eu acho que faço bem.

Eu posso nunca escrever um livro. Nem um conto.
Morrer no esquecimento.
E provavelmente irei.

Mas eu acho que escrevo bem.
Mas custo a acreditar quando as pessoas acham que eu escrevo bem.
Acho que é amizade demais ou pena, ou falta do que fazer.
Ainda não me decidi.

Por isso, nunca retribui os selos que me deram.
E não é por ingratidão ou porque eu sou muito ocupada, ou ainda porque eu não sei anexar uma figura ao meu texto.

É por vergonha, modéstia demais. Ou porque me acho cult, ou pela necessidade de ser diferente.
Ou talvez porque eu sinta que meus textos me deixam por vezes nua.
E por isso, que de todas as pessoas que eu sou, aqui eu sou Dora.

Mas eu queria agradecer.
E obrigada.

2 comentários:

Fefa Rodrigues disse...

Ótimo, como sempre, apesar de ser difícil pra vc acreditar... :o)

Nerito disse...

De nada... rs

Você escreve bem, não precisa achar isso. Já tem gente que tem certeza!